O Sindiodonto

SINDICATO DOS ODONTOLOGISTAS DA REGIÃO DO ABC – SINDIODONTO-ABC, reconhecido pelo MTE- Ministério do Trabalho e Emprego desde sua fundação, em 19 de agosto de 1991, Código Sindical 012.028.90563-5, CNPJ 66.848.698/0001-08, com sede e foro no município de São Bernardo do Campo, Estado de São Paulo, à Av. João Firmino, 720, Bairro Assunção, CEP: 09810-250, constituído em conformidade com a legislação vigente, como Entidade Sindical de primeiro grau, livre e democrático, com fins não econômicos e com tempo indeterminado, para fins de estudo, luta, reivindicação, coordenação, proteção, representação legal e defesa dos direitos e interesses dos Odontologistas da Região do ABC, profissionais Cirurgiões Dentistas autônomos ou empregados em serviço de saúde público ou privado no âmbito de sua base territorial, que compreende os municípios de: São Bernardo do Campo, Santo André, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, no Estado de São Paulo, inclusive em questões Judiciais ou Administrativas.

Tem como finalidades:

I – Coordenar e conduzir as reivindicações da categoria profissional para a qual foi constituído;
II – Promover o desenvolvimento cultural, técnico e cientifico de seus representados;
III – Promover a melhoria das condições de vida e de trabalho de seus representados;
IV – A defesa da autonomia e independência da representação sindical;
V – A atuação para manutenção e defesa das instituições livres e democráticas brasileiras.

Tem como Prerrogativas:

I – A defesa dos direitos e interesses individuais ou coletivos de todos os profissionais representados em questões Administrativas ou Judiciais, inclusive como substituto processual;
II – Celebrar acordos, convenções e contratos coletivos de trabalho no interesse dos profissionais representados;
III – Instaurar dissídio coletivo;
IV – Deflagrar a greve;
V – Impor contribuições a todos que participem da categoria profissional, para custeio de suas atividades;
VI – Fixar as Contribuições: Assistencial ou negocial, Sindical e Confederativa para o custeio do Sistema Confederativo – Artigo 8º, inciso IV da Constituição Federal – a todos que participarem das categorias dos profissionais ora representados, associados ou não, para custeio de suas atividades;
VII – Impetrar mandado de segurança coletivo;
VIII – Ter representação junto aos órgãos públicos e autárquicos onde sejam discutidos e decididos interesses de seus representados;
IX – Filiar-se à Federação e demais organizações sindicais nacionais e internacionais;
X – Criar Sub Sedes Regionais e Delegacias Municipais no âmbito da base territorial, conforme as necessidades da categoria com o intuito de ampliar suas ações a toda sua área de abrangência;

Tem como deveres:

I – Defender a unidade da categoria profissional;
II – Lutar pela defesa das liberdades individuais e coletivas, pela justiça social, pelos direitos fundamentais;
III – Estimular atividades educativas e culturais de interesse da categoria profissional;
IV – Prestar orientação jurídica trabalhista a seus associados.

MISSÃO

Representar os odontologistas, defendendo permanentemente os interesses coletivos e individuais da categoria, fortalecendo ações que tragam benefícios e visem à melhoria da odontologia e a valorização dos cirurgiões dentistas.

Desde sua fundação, teve como presidente o Dr. José Carlos Louzada, até maio 2013, quando este, veio a falecer, assumindo a presidência, a Dra. Valéria Maria Bottino Vizzotto Stéfani, hoje presidente com os demais colegas: Dr. Tadeu Bottini Manchini, Dra. Juliana Azevedo Marques Gascheler, Dr. Luciano Pereira Devaston, Dr.Gilberto Alaby Soubihe, Dra. Adriana Zerbinatti Vedovello, Dr.Tarciso Penha Junior, Dr. José Carlos Cabral, Dr. Nilton de Oliveira, Dr. Waldir Benincasa de Castro, Dr. Gilmar Gil Godoy.

Assim que assumiram, a nova diretoria teve pela frente grandes dificuldades, haja vista a situação de total abandono deixada pelo ex presidente, teve como meta reorganizar o sindicato, pagando parte das dívidas herdadas, reestabelecendo o convívio e o contato com as demais entidades de classe, rompidos pelo então presidente.

Dra. Valéria Stéfani. Hoje, após sanarmos as dívidas herdadas da diretoria passada, já estamos atendendo em nossa sede, junto a APCD São Bernardo do Campo, bem como trabalhando em conjunto com as entidades de classe, CROSP, APCDs, FNO e CNPL, para que possamos em conjunto, dentro das atribuições que cada uma representa no contexto da Odontologia, lutar pelos nossos direitos, na relação de trabalho. Salientamos que a Convenção Coletiva de Trabalho ou Dissídio Coletivo, constituem a forma mais importante e viável pela qual a categoria através do Sindicato, em sua base territorial, aqui o SINDIODONTO-ABC tem possibilidade de conseguir melhores condições para os Cirurgiões Dentistas que trabalham, no setor privado, público e em Planos de Saúde. Estamos reestruturando nossa entidade, para bem atender ao Cirurgião Dentista.